fbpx

Blog

22/08/2019

A Homologação de fornecedores é necessária para sua empresa?

É possível se resguardar de autuações fiscais e de passivos trabalhistas decorrentes de uma terceirização, antes mesmo de contratar um fornecedor. Saiba como nesse artigo!

A Gestão de riscos com terceiros tem o principal fim de assegurar empresas que contratam, pois estas são expostas a riscos latentes ao realizar uma negociação com um fornecedor que desconhece; visto que, é comumente avaliado, com maior peso, o preço do serviço.

Ao identificar essa ameaça, novas contratantes costumam aderir à gestão de riscos com terceiros, no intuito de se resguardar de possíveis ações trabalhistas, derivadas da responsabilidade subsidiária e solidária, e assim iniciam o serviço de monitoramento mensal.

Hoje, a maior parte das empresas contratantes encontram-se nesse cenário, buscam uma maior segurança no acompanhamento mensal dos fornecedores, e desconhecem os outros benefícios que uma Gestão de terceiros completa pode oferecer.

Sabe-se da importância desse acompanhamento e da regularização de tais riscos identificados mensalmente. Porém, se podemos atuar de maneira ainda mais preventiva, por que não homologar os fornecedores antes da contratação?

O conceito de Homologação criou a oportunidade de uma gestão de terceiros proativa, pois antes mesmo de efetivar a contratação, é realizado uma análise de documentos da empresa (possível contratada), com foco na sua saúde financeira.

Assim podem ser identificados indícios de comprometimento financeiro com um único cliente, histórico de passivo na justiça, se a mesma se encontra regular perante as suas dívidas, se pode suportar novas contratações, entre outros problemas, que podem acarretar na insolvência do fornecedor no meio do contrato.

Confira abaixo o fluxo de uma análise de Homologação:

A Homologação de fornecedores é necessária para sua empresa?

Para efetivar a Homologação, é essencial que seja solicitado do fornecedor documentações de um escopo padrão, como Certificado de Regularidade do FGTS, Certidões negativas, Consulta Serasa, Balanço contábil, DRE, Relação de faturamentos e entre outras.

Sabendo da relevância da Homologação para evitar passivos trabalhistas, a gestão de riscos com terceiros da Bernhoeft promove a Análise Financeira a partir da conferência crítica de dados internos, fornecidos documentalmente pela própria prestadora.

São aplicadas métricas fundamentadas nos indicadores financeiros sobre as documentações apresentadas e identificados fatores de risco e ressalvas à contratação, baseados na atual situação financeira do fornecedor, a fim de eleger a empresa que pode proporcionar a melhor experiência, com segurança.

Blog, Gestão de Terceiros , , ,
SWITCH THE LANGUAGE