fbpx

Blog

28/02/2020

Declaração Simplificada ou Completa: qual a melhor opção?

O período de declaração de imposto de renda pessoa física está chegando e é muito comum se questionar se é melhor fazer a declaração simplificada ou a completa. Pensando nisso, elaboramos esse blog para comentar as principais diferenças entre os dois formatos.

 

Para começar, a escolha da modalidade depende das despesas que o contribuinte incorreu no ano para deduzir no cálculo do IR.

Quando se tem poucas despesas consideradas dedutíveis, o modelo simplificado pode ser a melhor opção, já que considera um abatimento de 20% sobre o valor devido do imposto (limitado a R$ 16,754,34). Já para quem tem dependentes, gastos com saúde, educação e previdência privada, provavelmente a opção da declaração completa será mais vantajoso.

 

Isso porque há gastos que reduzem a base de cálculo do imposto, consequentemente, reduzindo o valor devido. Estes gastos, atualmente, são com:

  1. Previdência Privada do tipo PGBL
  2. Corretagem de aluguel
  3. Escola dos dependentes
  4. Ensino superior
  5. Gastos com médicos particulares
  6. Plano de saúde
  7. Dentista
  8. Psicólogo ou Psiquiatra
  9. Cirurgia plástica com fins de saúde
  10. Pensão alimentícia
  11. Fisioterapia
  12. Próteses
  13. Cadeira de rodas
  14. Doações a entidades filantrópicas

 

Algumas das despesas listadas tem particularidades, a exemplo das próteses que são dedutíveis apenas aquelas que se destinarem ao uso de reposição de membros de pessoas com deficiência física, assim como as doações, que permitem a dedução de até 6% quando se destinarem a fundos municipais, estaduais e federais dos direitos da criança, adolescentes e idosos.

Até o ano passado, a contribuição patronal do INSS do empregado doméstico era dedutível para IR mas o contribuinte não poderá mais contar com o abatimento de até R$ 1.200,32 para o ano de 2020.

 

Qual a melhor opção?

É importante ter em mente que, independentemente do formato escolhido, é necessário declarar todas as fontes de rendimento e dos bens e direitos que possui, assim como todos os gastos que impactam na declaração. Somente assim é possível realmente comparar e verificar qual a melhor opção para a sua realidade.

Conte com um contador para lhe ajudar na elaboração da declaração de imposto de renda, pois terá a segurança de que cada item foi declarado corretamente, pagando apenas o imposto que realmente é necessário e minimizando o risco de cair na malha fina.

A Bernhoeft atua se envolvendo em assuntos contábeis e fiscais de pessoas físicas e jurídicas e caso queira entender melhor como podemos te ajudar, entre em contato clicando aqui.

Receita Federal ,
SWITCH THE LANGUAGE