fbpx

Blog

02/12/2021

Gerenciamento de Terceiros – Principais indicadores de resultado

Gerenciamento de Terceiros – Confira os principais indicadores de resultados

Os seus indicadores podem mudar ao longo da sua jornada de maturidade na Gestão de Terceiros. Isso mesmo! Se você já tem um projeto avançado, precisa exigir dos fornecedores indicadores melhores, mostrando que o teu nível de maturidade está mais ligado ao Estratégico. Mas caso você esteja num momento básico da Gestão de Terceiros, pode começar focando em indicadores tipo entrega de documentos, focando no básico dos fornecedores.

Agora falando de resultados, não é fácil medir e todo o trabalho de gestão de riscos é feito para se evitar, dentre outros problemas os temidos processos trabalhistas e acidentes de trabalhos. Apesar de se ter muitas variáveis, vale a pena acompanhar os volumes de processos e valores desembolsados a cada 06 meses, medindo se ambos estão diminuindo.

Medir o resultado do gerenciamento de terceiros orienta a empresa em se prevenir contra prejuízos gerados por possíveis riscos trabalhistas no futuro.


Principais indicadores na Gestão de Terceiros

Recomendamos iniciar com o foco no indicador de entrega, o mais básico. Pois se o fornecedor não está nem entregando os documentos, pode ter algo de errado.

Após vencer o cenário da aderência dos fornecedores ao projeto, invista tempo e controle na conformidade do fornecedor. Ou seja, não basta apenas entregar os documentos, é preciso que os documentos estejam corretos de fato.

Em ambos os indicadores, entrega e conformidade, você pode iniciar com a régua baixa (50% de entrega e 50% de conformidade, por exemplo) e ir subindo a régua a medida que o seu projeto ganha maturidade, ou seja, não aceitar dos fornecedores conformidade abaixo de 90% é um bom caminho.

Do mesmo jeito que o seu processo de Gestão de Terceiros ganha maturidade, os seus fornecedores também ganham maturidade no processo e aprendem com os erros (ou ao menos deveriam aprender!).

No vídeo abaixo também é possível ver boas práticas e ideias que te ajudarão a cobrar dos fornecedores evoluções nos indicadores:

Principais resultados para medir o seu Gerenciamento de Terceiros

Muitos pensam que o principal resultado se refere ao volume de processos trabalhistas, entretanto, se tem uma cultura enraizada no Brasil em que o funcionário quando é desligado, quer abrir um processo contra a empresa, muitas vezes mesmo sabendo que não possui direito e outras influenciados por advogados que atuam nessa linha.

O volume de processos é um indicador importante, porém depende de outras variáveis e o resultado positivo se dá de forma lenta.

Na verdade o principal indicador é o valor desembolsado em processos.

A partir do momento que o ex funcionário coloca a empresa na justiça pedindo: férias, rescisão, horas extras, 13º salário e remuneração elevada, e a empresa tem a documentação/informação que comprova que esses pedidos não são devidos, podemos perceber claramente um resultado positivo decorrente do trabalho preventivo realizado junto aos fornecedores.

Recomendamos que o volume de processos e o de processo ganhos sejam medidos a cada 06 meses para que seja avaliado como o trabalho de Gestão de Terceiros tem gerado um resultado positivo para a companhia. No caso de outros riscos serem identificados, é importante direcionar bem o trabalho preventivo para otimizar os resultados.

Falta de controle e documentação

Quando os funcionários sabem que a empresa sofre com a falta de informação e documentos, o volume de processos tende a crescer sempre mais.

Falta de documentação assinada, falta de comprovantes de pagamentos, falta de contratos de prestação de serviços, falta de contrato de trabalho, falta de registros de entrada e saída, falta de recolhimento de impostos e demais obrigações da empresa prejudicam a contratante na elaboração de sua defesa perante o juiz.

A empresa deve estar preparada para este tipo de problema estando com a documentação atualizada em caso de processos para elaboração das defesas e o  resultado da Gestão de Riscos com Terceiros fornece insumos para medidas futuras. O controle da documentação leva ainda a uma mudança de cultura, pois quando os funcionários percebem que a organização possui bons controles e não desembolsa valores, eles tendem a abrir mão do processo e seguir adiante.

Para saber quais as documentações necessárias, recomendamos a leitura dos artigos:

Check List | Por que devemos analisar Documento x Conteúdo de funcionários?

Em tempo de crise… Foco nos Fornecedores

 

Trabalhista, Gestão de Terceiros , , ,

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SWITCH THE LANGUAGE