Blog

21/12/2016

Regime de Caixa para Lucro Presumido – uma excelente opção para sua empresa

Regime de Caixa – uma excelente opção para empresas do Lucro Presumido Bernhoeft


Regime de Caixa para Lucro Presumido

As empresas optantes pelo Lucro Presumido, opção tributária que predomina nos escritórios de advocacia, tem a possibilidade de escolher também o momento da incidência dos tributos federais (PIS, COFINS, IRPJ e CSLL) como o Regime de Caixa para Lucro Presumido:

  • competência (momento que ocorre a prestação de serviços) ou
  • caixa (momento que é recebido o valor pelos serviços prestados)

Principalmente em tempos de alta inadimplência, o regime de caixa constitui uma excelente vantagem, uma vez que só ocorrerá a tributação no momento que o cliente efetuar o pagamento pelo serviço, ajudando assim, no equilíbrio do fluxo de caixa.

A opção ao regime de caixa é anual, e exige alguns cuidados e controles na contabilidade, conforme disposto no Art. 129 da IN RFB 1.515/2014.

Dentre eles, destacamos que os recebimentos devem ser controlados em contas específicas, e no histórico de cada lançamento deverá ser discriminada a nota fiscal a que corresponder o recebimento.

Ou seja, para adotar o  Regime de Caixa para Lucro Presumido, é primordial que a sociedade mantenha um controle individualizado e detalhado dos seus registros de Contas a Receber, refletindo-o na sua contabilidade, uma vez que estes passarão a ser o fato gerador dos tributos, e consequentemente, serão a base de análise do Fisco quando de procedimento fiscal.

Assista também os demais vídeos da série:

Vídeo 1 – Tributação de Reembolso de Despesas

Vídeo 2 – Contabilização das Despesas Reembolsáveis

Vídeo 3 – Sociedade de Advogados e o Simples Nacional – Quando a opção pelo Simples Nacional é Vantajosa

 

 

Contabilidade , ,
SWITCH THE LANGUAGE