fbpx

Blog

28/04/2021

Saúde e Segurança do Trabalho além da Legislação

A importância da Gestão de vidas no ambiente laboral

Atualmente contamos com documentos de gestão de riscos, ISOs, Normas, Leis… E estas ferramentas surgem para formalizar algo que remonta da antiguidade: A proteção da vida. Com a chegada da Revolução Industrial, o trabalho que anteriormente era braçal e realizado num ritmo humanamente possível, tomou uma nova proporção para atender à evolução tecnológica e a demanda da época. Com isso, o homem tinha que se adaptar a máquina e (diferente do que ocorre hoje em que a máquina deve se adaptar ao homem e há leis e ações para assegurar a saúde e segurança do trabalhador) não haviam critérios estabelecidos quanto a aptidão ou capacitação de uma pessoa para manter o funcionamento das linhas de produção: homens e mulheres, crianças e idosos, gestantes e doentes, eram expostos ao mesmo tipo de atividade e risco, não existiam critérios.

Atualmente no Brasil, estima-se que a cada minuto que passa, um trabalhador sofre um acidente enquanto desempenha suas funções. De acordo com o Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho (AEAT), em 2018, foram registrados 576.951 acidentes de trabalho pela previdência social, mas essa marca abrange apenas os empregados com carteira assinada. A Fundacentro estima que, se forem considerados os trabalhadores informais e autônomos, esse número pode ser até sete vezes maior, girando em torno de 4 milhões de acidentados todos os anos. O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), monitorado pelo Ministério da Economia, contabilizou cerca de 38 milhões de empregados formais no final de 2018. Ao confrontar esses dados com o número de acidentes, chegamos a uma relação de 15 mil casos para cada milhão de trabalhadores.

Abril Verde

No dia 07 de abril é celebrado o Dia Mundial da Saúde, instituída pela Organização Mundial da Saúde, que define: “a saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”. Criada em 1948, a data tem como objetivo conscientizar a população a respeito da qualidade de vida e dos diferentes fatores que afetam a saúde populacional.

28 de abril é a data dedicada em memória das vítimas de acidentes de trabalho. A data ficou marcada no ano de 1969, quando 78 mineiros morreram na explosão da mina de Farmington, no estado da Virgínia, Estados Unidos. Em 2003 a Organização Internacional do Trabalho (OIT) adotou esta data como o dia oficial da segurança e saúde nos locais de trabalho. No Brasil, em maio de 2005, foi promulgada a Lei No. 11.121, criando o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. A cor verde está relacionada aos cursos da área da saúde, e por isso o símbolo da campanha Abril Verde é o laço verde.

 

Documentários Importantes

Para se aprofundar um pouco mais sobre a importância de gerir vidas no ambiente laboral, deixamos sugestões de documentários interessantes que vão agregar conhecimento neste mês de significado tão relevante:


Carne e Osso

Lançado em 2011, produzido pela produtora Repórter Brasil, trabalhadores de frigoríficos contam a realidade de sua rotina na indústria pecuarista, os efeitos sobre sua saúde e os agravos relacionados às doenças ocupacionais.

Clique aqui para assistir ao vídeo no canal do Vimeo da Repórter Brasil.


Combate ao Trabalho escravo contemporâneo no Brasil

Lançado em 2013, produzido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em conjunto com o Ministério do Trabalho e Emprego, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Pastoral da Terra retrata o combate ao trabalho escravo contemporâneo no Brasil com a participação do procurador-geral do Trabalho, Luís Camargo, de procuradores do Trabalho, auditores fiscais do Trabalho, juízes e trabalhadores resgatados.

Clique aqui para assistir ao vídeo no canal do Youtube do MPT.


Batalhadores

Lançado em 2015, e também produzido pelo MPT, conhecemos – através da ótica de familiares e médicos – as histórias de Aldo, José, Antônio e Jorge, quatro pessoas que perderam suas vidas em decorrência de doenças ocupacionais.

Clique aqui para assistir ao vídeo no canal do Youtube do MPT.


Precisão

Lançado em 2019, produzido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) em parceria com o MPT, mostra a história de 6 pessoas resgatadas de condições análogas a de trabalho escravo e que por “precisão” (necessidade) acabaram sendo submetidos a esta situação.

Clique aqui para assistir ao vídeo no canal do Youtube da OIT.

 

Na Gestão de Riscos com Terceiros da Bernhoeft o tema Segurança é levado a sério quando analisamos os documentos e riscos dos funcionários terceiros nas operações dos clientes. Queremos atuar impactando positivamente o maior bem de todos, a vida.

Se entender que a sua empresa precisa de apoio nesse sentido, entre em contato conosco.

 

Autor: Elayne Silva de Santana
Gestão de Terceiros , , ,
SWITCH THE LANGUAGE