fbpx

Blog

04/06/2021

Semana do Meio Ambiente – A responsabilidade socioambiental como o diferencial para o seu negócio

Os impactos da atividade humana, causam no meio ambiente prejuízos em sua maioria, irreparáveis; as mudanças climáticas, causada pelo aquecimento global, estão em pauta no nosso cotidiano, chuvas mais fortes, inundações, aumento do nível do mar e grandes períodos de estiagem são alguns exemplos de que essa realidade não está tão distante como parece.

O Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), órgão das Nações Unidas, responsável por produzir informações científicas, afirma que há 90% de certeza que o aumento de temperatura na Terra está sendo causado pela ação do homem, desmatando e descartando inadequadamente seus resíduos sólidos, por exemplo.

No Quinto Relatório de Avaliação do IPCC, o órgão deixou claro que, se medidas urgentes não forem tomadas para estabilizar as emissões dos gases até 2100, o aumento da temperatura global excederá 2 ºC dos níveis pré-industriais. Esse aumento poderá ser catastrófico. Como por exemplo a falta de agua potável que já é escassa em algumas regiões, poderá ser motivo de mortes e de disputas políticas. Além disso, com o aumento da seca, a ocorrência de incêndios poderá ser mais frequente, ocasionando perda de biodiversidade e ameaçando a vida da população.

A pergunta que fica: Mas como produzir sem degradar?

A utilização de técnicas de sustentabilidade é um caminho, as empresas precisam agir de forma proativa, ser amigável com o meio ambiente e agir com responsabilidade socioambiental). Para uma empresa tornar-se sustentável, o primeiro item que ela deve incorporar a sua cultura é o reconhecimento e total entendimento de que os recursos naturais são finitos, justamente por isso, devem ser utilizados, com planejamento e critério (Razzoto, 2009). A empresa deve se preocupar com seus fornecedores e produtos e exigir deles, que tenham ações sustentáveis aceitáveis para a política do meio ambiente definida por ela (Geiffert, 2007).

Um grande case nacional de empresa sustentável nacional é a Natura, que desenvolve parceria com produtores rurais para a exploração consciente e o manejo controlado de algumas riquezas naturais como por exemplo a castanha do Pará, defendem uma série de outras causas como: Menos lixo e Amazônia viva, onde são descritos seus compromissos, metas e prazos num documento chamado Visão de Sustentabilidade 2050.

Fazendo um paralelo com a nossa prestação de serviço: sabia que na homologação de fornecedores, analisamos documentos ambientais caracterizados pela proteção ao meio ambiente e nos mostra cada vez mais fornecedores engajados com assuntos ambientais e toda repercussão positiva que atrai?

Não se trata apenas analisar um documento, é necessária a constatação de que esses fornecedores acreditam que é possível essa parceria homem x meio ambiente. Por exemplo, ao apresentar um laudo de opacidade, ele atesta que seu veículo emite menos gases poluentes na atmosfera, diminuindo os famosos gases de efeito estufa que podem contribuir com o aquecimento global, e ao estar regularizado com a licença ambiental de operação do empreendimento ele atesta que seu serviço mesmo que com probabilidade de causar um dano ambiental, utiliza de medidas mitigadoras para a preservação da qualidade do meio ambiente. Inclusive, vale ressaltar que empresas que exercem responsabilidade socioambiental, são organizações que geram valor para seus negócios e consideradas cada vez mais estratégicas para o mundo dos investimentos, resultando assim em competitividade e sucesso de mercado.

Como organização que auxilia clientes e fornecedores em ações estratégicas de seus negócios, acreditamos que medindo riscos, identificando oportunidades e apoiando no desenvolvimento dos fornecedores em temas como ESG ou ASG (Ambiental, Social e Governança) e Responsabilidade Socioambiental, estamos contribuindo para um mundo mais sustentável e consciente na proteção do meio ambiente.

São muitas as métricas ambientais que podem ser medidas, avaliadas e alinhadas de acordo com a gestão de fornecedores, sua cadeia de valor e as tendências de sustentabilidade para o negócio, e podemos de ajudar neste propósito.

Temos percebido empresas contratantes bem engajadas com o tema ESG e isso é excelente, mas é necessário ir além, verificando se os seus fornecedores também estão alinhados com os mesmos propósitos e ações quando falamos de Meio Ambiente, Social e Governança.

Recrie, Reimagine, Restaure! Esse é o lema de um famoso poeta, Jordan Sanchez, por um mundo mais verde. E já que reinventar faz parte do DNA Bernhoeft, que tal: Recriar nosso dia a dia com práticas sustentáveis, desligar a água ao escovar os dentes por exemplo, Reimaginar um novo mundo com oportunidades para as próximas gerações e restaurar nossos pensamentos sobre esse tema, afinal todos nós somos responsáveis pelo meio ambiente, então faça já sua parte!

 

Referências:

Autor: Yanna Rafaela Maia de Oliveira Noberto | Gestão de Riscos com Terceiros

 

   
Gestão de Terceiros , ,
SWITCH THE LANGUAGE